Consulta Popular tem prazo ampliado
28/06/2018 - 18h10 em Região

Votação em urnas móveis encerra no fim da noite desta sexta-feira

 

 

 

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), prorrogou a votação da Consulta Popular até às 23h59 de amanhã (29) pela internet. A medida atende a pedido dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) e foi assinada na quinta (28) pelo secretário da SPGG, Josué Barbosa. Em dois dias, foram mais de 250 mil votos pela internet. 

 

 

Votação na região

A ampliação do prazo vai permitir a coleta de votos em urnas fixas espalhadas em 11 prédios públicos em Erechim. Pelo celular a votação poderá ser feita pelo aplicativo da Consulta Popular. Urnas móveis não estarão operando.

 

Na região de abrangência do Corede Norte a apuração parcial divulgada às 15h39 de hoje (28), apontava total de 12.623 votantes, sendo 2.687 em Erechim, que até aquele momento registrava índice de 3,41% sobre o percentual de votos e não havia atingido o indicador mínimo de 4%. Os municípios de São Valentim e Carlos Gomes dificilmente conseguirão atingir a meta de 6%, pois estavam com com apenas 2,45% e 3,02% do mínimo exigido. Entre Rios do Sul e Quatro Irmãos estavam entre os municípios com maior poder de mobilização, pois, registram percentuais de 28,65% e 21,48% de votos até o o meio da tarde.

 

Sobre a baixa votação

Os Coredes acreditam que algumas cidades ainda não alcançaram o índice devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo, que aconteceu quarta-feira (27) e acarretou em uma redução do expediente em diversas repartições e empresas pelo estado.

Segundo a legislação, estarão aptos a receber os recursos referentes aos projetos eleitos na Consulta as cidades que atingirem percentuais mínimos de votação. Municípios com até 10 mil eleitores, devem ter 6% de votantes. Os que tem entre 10 e 40 mil, o número muda para 5%. Os percentuais das cidades com eleitores entre 40 e 80 mil, 80 e 120 mil e mais de 120 mil, são 4%, 3% e 1,5%, respectivamente.

A Consulta Popular vai relacionar as prioridades de 28 regiões do RS, representando os 497 municípios. Nesta edição, o governo do Estado vai investir R$ 80 milhões, valor 33% a mais do que foi distribuído no ano passado (R$ 60 milhões). Os projetos selecionados foram definidos anteriormente em assembleias.

Cada um dos 28 Coredes homologou entre seis e dez prioridades. Elas estão disponíveis para escolha nas cédulas de votação. As que receberem mais votos terão as verbas destinadas para implantação.

 

 

Fonte e foto: Jornal Bom Dia

COMENTÁRIOS