Energia elétrica vai ficar mais cara em maio
29/04/2018 - 0h36 em Economia

Desde janeiro a bandeira verde é que estava em vigor no Brasil.

A bandeira do mês será a amarela quando há cobrança de R$ 1,00 a cada cem quilowatts consumidos por hora. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica, o fim do período úmido e a menor incidência de chuvas fez com que os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste ficassem mais baixos. Por isso a bandeira amarela foi estabelecida.
O sistema de bandeira tarifária é acionado quando a produção de energia no país enfraquece e as bandeiras são determinadas pelas cores verde, amarela e vermelha. Na bandeira amarela é cobrado um acréscimo na conta de luz de R$ 2,00 a cada 100 quilowatts hora consumidos, enquanto na vermelha é cobrado de R$ 3,00 A R$ 5,00.

 

Dicas de Economia de Energia

Chuveiro elétrico: tomar banhos mais curtos, de até cinco minutos; selecionar a temperatura morna no verão;
e verificar as potências no seu chuveiro e calcular o seu consumo.

Ar condicionado: não deixar portas janelas abertas em ambientes com ar condicionado; manter os filtros limpos; diminuir ao máximo o tempo de utilização do aparelho de ar condicionado; colocar cortinas nas janelas que recebem sol direto.

Geladeira: só deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessárior; regular a temperatura interna de acordo com o manual de instruções; nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira; deixar espaço para ventilação na parte de trás da geladeira e não utilizá-la para secar panos; não forrar as prateleiras; descongelar a geladeira e verificar as borrachas de vedação regularmente.

Iluminação: utilizar iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo; pintar o ambiente com cores claras.

Ferro de passar: juntar roupas para passar de uma só vez; separar as roupas por tipo e começar por aquelas que exigem menor temperatura; nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outra coisa.

Aparelhos em stand-by: retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências.

COMENTÁRIOS