Descarte incorreto de lixo e assemelhados em propriedade rural de Souza Ramos
03/04/2018 - 14h23 em Geral

 

Dulcinei Rostirola, que atualmente reside em Carazinho e possui uma área de terras em Souza Ramos, Getúlio Vargas, onde nasceu e tem familiares, procurou a redação do Jornal Tribuna Getuliense para relatar seu inconformismo com uma situação que vem ocorrendo em sua propriedade.

Conforme mostram as fotos que fez no local, ele comenta que pessoas estão utilizando uma parte do terreno, onde é área de reflorestamento e compreende cerca de seis hectares com plantação de eucalipto, para fazer o descarte de lixo das mais variadas naturezas. “Ali tem lixo eletrônico, entulhos, objetos velhos como mobílias, entre outros, isso sem falar de restos de animais abatidos, tais como gado e suínos”, enfatiza Rostirola.

Dulcinei lamenta, principalmente pelas consequências ao meio ambiente e à saúde humana, em dias que tanto se fala sobre esse assunto e também sobre a destinação correta para esse tipo de material.

 FOTOS – DIVULGAÇÃO

Veja mais sobre o assunto na edição impressa do Jornal Tribuna Getuliense desta terça-feira (03).

 

 

COMENTÁRIOS