Testes do Facebook podem roubar seus dados online
20/02/2018 19:18 em Tecnologia

Você deve ter caído na gargalhada, nos últimos dias, dos seus amigos que participaram do teste que mostra como seria sua aparência caso fosse do gênero oposto. A inocente brincadeira no Facebook esconde perigos que podem tornar os dados dos usuários vulneráveis.

Na política de privacidade do site Kueez, responsável por operar a troca de rostos, há pontos sensíveis, que você provavelmente não aceitaria se fizesse uma leitura atenta aos tópicos. Entre os pontos suspeitos, os listados abaixo geram maior preocupação:

“Nós podemos compartilhar informações agregadas dos nossos usuários, após excluir as partes identificáveis, com determinadas empresas que tiverem o interesse em oferecer a você certos conteúdos promocionais que possamos achar relevantes para você”

 “Nós podemos compartilhar suas informações pessoais parcial ou integralmente com nossas subsidiárias, outros sites operados por nós, joint ventures e outros afiliados confiáveis que nós temos ou possamos vir a ter no futuro”

“De acordo com o nosso Termo de Serviços, podemos usar o conteúdo enviado por você (incluindo suas fotos e de outras pessoas vinculadas à sua conta no Facebook) para aparecer como parte integral de partes dos serviços que oferecemos (por exemplo, sua foto pode aparecer em alguns quizzes ou games até mesmo para pessoas que você não conheça).

Em resumo, ao aceitar os termos do contrato você autoriza que a empresa faça uso comercial dos seus dados, sem que você fique sabendo. Ou seja, suas informações pessoais e fotos poderão ser usados em produtos futuros e você não poderá contestar a publicação.

Se você já aceitou participar de brincadeiras do tipo, pode minimizar o impacto das liberações ao acessar as suas configurações de aplicativos do Facebook. No link, é possível remover as permissões já concedidas a todos os apps que você já usou na rede social. No entanto, nada garante que os seus dados já não tenham sido gravados ou utilizados pelas empresas.

Fonte - GaúchaZH

COMENTÁRIOS