Terceiro carro mais eficiente do Brasil tem colaboração de getulienses
14/11/2017 - 14h13 em Tecnologia

Competição de eficiência energética aconteceu pela primeira vez no Brasil e levou equipe do IFRS Erechim ao pódio

De 8 a 10 de novembro aconteceu, no Rio de Janeiro, a edição brasileira da Shell-Ecomarathon. Essa foi a segunda vez da competição em solo brasileiro e contou com bons resultados para os gaúchos. A equipe Drop Team, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul Campus Erechim ficou com a terceira posição na categoria gasolina. Com o resultado, os estudantes de Engenharia Mecânica da Instituição ficaram com o título de carro mais eficiente do Rio Grande do Sul. 

Para o feito, a equipe construiu um protótipo que conseguiu a marca de 240,3 quilômetros por litro de gasolina. O pódio é completado pelas equipes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em segundo com 311,9 km/l, e Universidade Federal de Santa Catarina, em primeiro, com 525,7 km/l. 

A equipe é formada pelos estudantes Alysson Souza, Carlos Eduardo Lopes, Jean Jacuboski, Isabella DuflothMenegatti, Diego Biazin, Luiz Antônio Zomer, Leandro Bloss, Mauricio Botton, Ezequiel Balsa, Gabriel Pansera, Gabriel Salini, Murilo A. Burin, orientados pelo professor Airton CampanholaBortoluzzi.

Diego Biazin e Leandro Bloss são de Getúlio Vargas. Bloss declara que a preparação para que a equipe pudesse chegar ao resultado positivo começou cedo. “O projeto desse veículo de eficiência energética foi iniciado em 2015.Após um ano de planejamento e projeto dos componentes começamos sua fabricação. Em novembro de 2016, foi a primeira participação do veículo em uma competição”, destaca. O futuro engenheiro mecânico, ainda enfatiza que o projeto não acaba aqui. “Retornamos muito satisfeitos para casa, ficando em terceiro lugar na competição, terceiro carro mais eficiente do Brasil e o mais eficiente do Rio Grande Do sul. Este projeto não para por aqui, já estamos trabalhando para evoluir e atingir resultados ainda melhores no ano que vem”, finaliza.

A competição 

“A competição Shell Eco-marathon desafia estudantes de todo o mundo a projetarem, construírem e pilotarem veículos mais eficientes em termos de energia. A iniciativa teve início em 1939, quando funcionários da companhia nos EUA fizeram uma disputa sobre quem conseguiria percorrer a maior distância possível com a mesma quantidade de energia. Em 1985, a competição se tornou oficial. Desde então, ela se expandiu para outros dois continentes, Ásia e Europa, incluindo categorias em diversos tipos de combustíveis.

A Shell Eco-marathon realiza também suas etapas locais, os ChallengerEvents, com o objetivo de incentivar o debate sobre o futuro da energia e da mobilidade em outros lugares do mundo, além de estimular a participação dos estudantes nos eventos globais. A Shell Eco-marathonChallengerEvent já passou pela África do Sul, Turquia, Inglaterra e França. Em 2016, a competição teve a sua estreia na América Latina, aterrissando na Cidade de São Paulo.

Após o sucesso de 2016, a Shell Eco-marathon retornará ao Brasil em 2017 em um novo cenário: no Rio de Janeiro. Equipes de todo o país se encontrarão novamente, desta vez, no centro de convenções Riocentro, na Barra da Tijuca, para cumprir o desafio de bater recordes de eficiência energética. 

As equipes participantes terão três dias para aperfeiçoar seus veículos, passar na inspeção técnica e, finalmente, testar seus protótipos na pista, a fim de obter marcas válidas para entrar na briga pelo primeiro lugar nas categorias Gasolina, Etanol e Bateria elétrica.

A Shell Eco-marathon Brasil oferece oportunidades para:

- Equipes inexperientes praticarem e aperfeiçoarem seus veículos para atingir resultados válidos. Com isso, poderão participar da seleção para a Shell Eco-marathonAmericas 2018, nos Estados Unidos;

- Times iniciantes apresentarem e testarem seus projetos, e, acima de tudo, viverem a experiência Shell Eco-marathon, desfrutando do espírito de colaboração da competição;

- Equipes experientes que desejem aperfeiçoar seus veículos e melhorar seus resultados;

- Estudantes desfrutarem do relacionamento com colegas de diversas regiões do Brasil, com troca de experiências e informações preciosas.”*

 

*Fonte: shell.com.br/energia-e-inovacao/ecomarathon/shell-eco-marathon-brasil.html

Fotos: Rafael Saggin / Bolsista do projeto de extensão IFRS Acontece

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!