Se for campeão da Libertadores, Grêmio pode conseguir vaga para dois mundiais
09/11/2017 - 14h00 em Geral

"Novo mundial interclubes", ainda sem formato definido, pode dar ao Grêmio duas vagas para disputar a competição internacional

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O final de ano do Grêmio pode ser ainda melhor do que se imaginava. Se o clube for campeão da Libertadores na final contra o Lanús, terá uma boa chance de se classificar para duas edições do  Mundial. Isso mesmo. A partir de agora entenda como isso é possível.

Com o título, a vaga para a competição de dezembro nos Emirados Árabes estará garantida, com possibilidade de enfrentar o Real Madrid na final em Abu Dhabi. Mas, além disso, o Grêmio também poderá se classificar para o Mundial de 2021, na primeira edição do novo formato do torneio. 

A FIFA já decidiu que vai acabar com a disputa da maneira como  está acontecendo atualmente. A conclusão é que a competição é pouco atraente comercialmente. Ou seja, a entidade não está faturando como queria.

Vem aí o novo Mundial. São várias fórmulas que estão sendo estudadas por uma comissão que foi criada especialmente para isso. O formato favorito é o seguinte: estreia da competição em 2021, no lugar da Copa das Confederações, que deixaria de existir. 

O novo torneio seria disputado de quatro em quatro anos, com participação de 24 clubes (12 da Europa, 5 da América do Sul, 2 da África, 2 da Ásia, 1 da Concacaf, 1 da Oceania e 1 do país sede), com 8 grupos de 3 equipes, se classificando apenas o primeiro colocado. Ficariam 8 times para as quartas de finais, semifinais e final. 

A definição dos participantes de cada continente seria feita por sua respectiva confederação. No caso da América do Sul, pela Conmebol. Pelo estudo realizado, o mais provável é que ganhem as cinco  vagas os campeões das quatro Libertadores dos anos anteriores (2017, 2018, 2019 e 2020), mais um representante pelo ranking da entidade. 

Então o Grêmio teria chance de entrar, caso conquiste o título deste ano. Mas ainda será preciso esperar. O novo Mundial é uma realidade. Só que a fórmula só será confirmada no congresso da FIFA, em junho de 2018.

 

Fonte: GaúchaZH

COMENTÁRIOS