Alto Uruguai apresenta suas demandas em Porto Alegre
22/03/2017 - 14h28 em Política

 

Prefeitos entregaram as prioridades para a região da AMAU

 

Uma comitiva da Associação de Municípios do Alto Uruguai - AMAU, formada por prefeitos, vices e secretários municipais, estiveram cumprindo uma intensa agenda nesta terça-feira, 21, em Porto Alegre. A região esteve representada pelos 32 municípios integrantes da associação, que teve como objetivo mostrar ao Governo Estadual a importância e as necessidades do Alto Uruguai.

As audiências aconteceram nas secretarias da Saúde, Transportes, Cultura, Esporte e Turismo, Segurança e no Palácio Piratini na Casa Civil. Em cada uma foi entregue um documento com as demandas regionais. Também, a comitiva teve um encontro com os Deputados Estaduais, onde além das reivindicações, foram entregues duas moções, manifestando a posição da AMAU, quanto à reforma da previdência.

Na primeira reunião pela manhã, os 9 Deputados Estaduais, receberam as demandas com as reivindicações da Região. Alguns deputados se manifestaram parabenizando e destacando a iniciativa dos prefeitos com um grupo tão expressivo estarem na capital buscando apoio para melhorias nos municípios. Estavam presentes os seguintes Deputados, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Edegar Pretto (PT), Any Ortiz (PPS), Ronaldo Santini(PTB), Gilberto Capoani (PMDB), Gilmar Sossella (PDT), Altemir Tortelli (PT), Vilmar Zanchin (PMDB), Sérgio Turra (PP) e Juliano Roso (PCdoB).

Em seguida, a comitiva esteve no Centro Administrativo e se reuniram com o Secretário de Saúde do Estado, João Gabardo, apresentaram as demandas na área da saúde, em especial a situação da Fundação Hospitalar Santa Terezinha. As dificuldades enfrentadas e a necessidade do aumento de investimentos na área da saúde junto à região Alto Uruguai. Das sugestões apresentadas, destaca-se a ampliação dos tetos físicos e orçamentários para os procedimentos de média complexidade e de contratualização da tabela do SUS com a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, de Erechim, e a liberação de recursos para a realização de mutirão de cirurgias nas áreas de traumatologia, ortopedia e oftalmologia.

O secretário João Gabardo, falou que “a questão do Tomógrafo vai ser providenciada. Quanto ao pagamento dos municípios, a dívida com os hospitais, que o Estado estava devendo, foram todos pagos, não se deve mais nada aos hospitais. E vamos na medida do possível resolver estes pedidos”.

Com o secretário de Transportes, Pedro Westphalen, que também contou com a presença do Diretor de Infraestrutura Rodoviária do DAER, Luciano Faustino da Silva, a solicitação é a conclusão de obras de acessos asfálticos. Hoje a região tem 11 municípios sem acesso asfáltico e é de importância vital para a economia e desenvolvimento do Alto Uruguai. A região tem as rodovias em piores condições do RS e a que possui menos acessos municipais concluídos.Alguns prefeitos solicitaram melhorias em estradas entre os municípios, que sejam feitos cascalhamentos e outros reparos.

Pedro Westphalen, secretário de Transportes, destacou os trabalhos e ações que estão sendo realizados no momento pelo Governo do Estado, como pinturas e reparos nas rodovias. “Não vamos prometer data de início para asfaltamento, pois é preciso ter dotação orçamentária para poder investir. Sabemos que a região ficou esquecida por muito tempo, mas para fazer é preciso ter dinheiro em caixa”.

Outra agenda, a comitiva foi recebida na Casa de Cultura Mario Quintana, pelos responsáveis pelas pastas da Secretaria da Cultura, Esporte e Turismo, onde apresentaram os programas oferecidos aos municípios, como a lei incentivo a cultura, projetos para o esporte e lazer e ações para o desenvolvimento do Turismo.

No Palácio Piratini o grupo foi recepcionado pelo governador José Ivo Sartori, que autorizou os Secretários de Estado à atender as demandas solicitadas.

Na Casa Civil, com o secretário Márcio Biolchi, as lideranças municipais entregaram um documento com prioridades da região, especialmente nas áreas da saúde, infraestrutura, transporte, cultura, esporte e turismo, e segurança.

O prefeito de Jacutinga e presidente da AMAU, Carlos Alberto Bordin, destacou que as demandas apresentadas foram construídas pelos 32 municípios e são uma síntese das necessidades enfrentadas pelos mesmos. Bordin solicitou apoio e parceria da Casa Civil no atendimento das reivindicações, acrescentando que o documento também seria entregue nas secretarias estaduais com as suas respectivas demandas.

Ainda, - o presidente da AMAU, pediu que o Governo olhe a região com mais carinho, consiga enxergar a necessidade de se fazer mais investimentos para o Alto Uruguai, o que vai significar desenvolvimento para toda comunidade.

Márcio Biolchi, falou “que nunca tinha visto uma mobilização tão grande, elogiou a iniciativa da AMAU de mobilizar tantos prefeitos e representantes de todos os municípios e que de fato compromete o Governo a dar mais atenção”. Em nome do Governo do Estado, afirmou que irá buscar informações juntos aos colegas no sentido de acolher as demandas. "Vivemos um momento de transformações, trabalhando para que os projetos enviados à Assembleia Legislativa e as definições em Brasília, especialmente sobre a dívida do Estado, possam auxiliar a transformar o cenário de dificuldades financeiras do Rio Grande do Sul", disse.

Para a segurança, a solicitação foi de destinação de policiais para integrar o efetivo na região, pois hoje a defasagem é de 60%, a questão do videomonitoramento, solicitou-se o retorno dos soldados para os municípios da região que estão na região metropolitana, realização do curso de Policial Militar em Erechim e a necessidade de equipamentos (coletes, armas, entre outros).

O secretário estadual da Segurança Pública, César Schirmer em conversa com o grupo da AMAU, falou sobre o crescimento da criminalidade e da violência no Interior do Estado, a falta de brigadianos nos municípios da região e se manifestou que vai tratar as solicitações com o comando da Brigada Militar para atender as solicitações da região.

Na oportunidade a comitiva conheceu o trabalho de videomonitoramento do Centro de Comando e Controle Regional (CICCR), da Secretaria da Segurança Pública. As ações ocorrem em parceria com o Comando Policiamentoda Capital da Brigada Militar, que recebe dos operadores do CICCR o encaminhamento das ocorrências em tempo real. As câmeras atuam de maneira ininterrupta e são supervisionadas pela equipe de operadores, composta exclusivamente por policiais. As ocorrências mais atendidas são de tráfico de drogas e roubo a pedestres.

Os 48 integrantes da comitiva, representando os 32 municípios da AMAU, que participaram das audiências, ficaram satisfeitos com o trabalho intenso durante todo dia, que se passa a acreditar neste tipo de ação e iniciativa é importante para o desenvolvimento e para novas conquistas da região.

Os prefeitos concluíram como muito positivo este trabalho e aguardam as manifestações por parte do Governo Estadual.

Fonte: JBV Online

Fotos: Divulgação

COMENTÁRIOS