Presos do Presídio de Getúlio Vargas vão fabricar pré-moldados
08/02/2017 - 9h55 em Geral

Foto: Susepe/Divulgação

 

 

A carga horária é de 40 horas semanais com descanso obrigatório aos domingos e feriados, que será devidamente cumprida e fiscalizada diretamente pelos órgãos responsáveis

 

O Presídio Estadual de Getúlio Vargas firmou parceria com a Empresa Construmil Comércio de Materiais de Construção Ltda para utilizar a mão de obra de dez apenados da instituição.

Eles vão trabalhar com atividades de fabricação de pré-moldados. A carga horária é de 40 horas semanais com descanso obrigatório aos domingos e feriados, que será devidamente cumprida e fiscalizada diretamente pelos órgãos responsáveis.

Os presos ainda serão selecionados e, em breve, contratados para iniciar o trabalho. Com o trabalho prisional o Estado promove e coopera com a inclusão social dos apenados. Atualmente são 11.781 presos que desenvolvem alguma atividade de trabalho.

Fonte: Secom RS

COMENTÁRIOS